“confissões da miúda gira” – livro

Deixo-vos mais uma passagem do meu livro…. ❤

" Enquanto procuras palavras para acabar o último capítulo da nossa história, eu já fechei o livro. Eu já deixei a tua mão sozinha, e tu nem reparaste. Já me levantei do banco de jardim, onde tantas vezes trocamos juras de um amor que era suposto ser eterno.
Olha para ti agora e vais perceber que estás sozinho. O teu discurso chegou antes das palavras se soltarem da tua boca. O teu discurso mostrou-me que era tempo de partir. De enfrentar o frio da realidade e continuar a viver.
Abre os teus olhos. Pára, por momentos, de viajar. Olha-me com os olhos do teu coração. Olha para as lembranças do que sobrou de nós. Estas migalhas que ficaram espalhadas pelos caminhos das nossas vidas."

@angela caboz
"Confissões de uma miúda gira"
ISBN: 978-989-52-200-7

560485_440355969313635_1022799805_n

Silêncios

O amor não se satisfaz só com palavras. Ele ama silêncios. Aqueles silêncios que escrevem poemas sem linhas em corpos desalinhados. Silêncios que espalham roupas e arrumam desejos. Silêncios que desarrumam camas e se ajeitam em abraços apertados. Silêncios sem princípio nem fim. Silêncios sem tempo, porque o tempo é o pior inimigo do amor. O amor quer ter todo o tempo do mundo para sorrir. O amor muda a cor de qualquer sorriso. Quem nunca soltou gargalhadas de prazer nunca amou.

@angela caboz

19397093_241542713000759_1661624368807519321_n