Amar-te foi um presente da vida

17353220_1370542309651536_3554964768141478116_n

Nas ruas estreitas do sonho há sempre lugar para mais uma ilusão apertada, que se esconde no peito de quem procura o avesso de um amor perdido nos becos escuros do tempo. 

Aí nesse espaço sem linhas encontramos sempre lugar para fantasiar uma paixão com ele nos sorri e promete ajudar-nos  a viver com mais emoção.

Tantas vezes andei por esse mundo que um dia me desencontrei da realidade e julguei que te amava. Deixei que a minha ilusão te encontrasse enquanto eu me perdia de amores por ti. Deixei que o amor gritasse todas as palavras que eu sempre abafei.

Encontrei-te desencontrada e talvez por isso não tenha reparado que aquele não era o comboio que iria levar rumo ao futuro que me estava prometido. 

Vesti-me com as promessas que me fizeste e não percebi que estava a caminhar nua pelo meio das ruas por onde passava, fazendo com que todos voltasse o seu rosto para reparar naquele fantasma que por ali desfilava. Compreendo agora todos os sorrisos aqueles que comigo se cruzavam.

Eu estava a ser enganada e na minha inocência julgava-me amada.

Senti-te a desenhar desejo na minha pele. 

Ofereci-te a minha ousadia, toda aquela sedução que eu própria desconhecia. 

Adormeci nos teus braços nus, que me abraçaram fazendo-me viajar pelos mares do prazer. 

Senti que o céu tinha descido à terra, naqueles momentos em que um amo-te teu fez iluminar a minha eterna escuridão.

Fui feliz, e essa felicidade tu não me conseguiste roubar. 

Sim, no dia em que partiste levaste contigo muito do que eu descobri, mas a felicidade de me ter sentido amada, essa não levaste. Essa memória é tudo o que me faz guardar a imagem do teu rosto e ser capaz de dizer que valeu a pena ter-te amado, para poder descobrir a magia do amor.

Voltaste para o teu mundo colorido, colorido com as mentiras que tu costuras para enganar corações frágeis. 

Voltaste para o mundo que tu não conheces e que, por isso, dizes que é cruel e levaste contigo a certeza que eu fiquei mais forte depois de ti.

Amar-te foi um presente da vida e perder-te foi uma lição aprendida.


@angela caboz

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s