Diz-me que és real!

sonhar.jpg

Há dias em que me parece que te inventei!

Olho para nós e fico a pensar se não te terei tirado de um dos meus sonhos. É que como tu sabes eu sou feita de sonhos, são eles o alimento da minha vida.

Temos tanto em comum que tenho receio que o que sinto não seja real, que seja um sentimento filho da minha ilusão.

Sinto-me assim nas madrugadas sem tempo em que desperto antes da hora para me vestir de ti. Peço permissão às horas para me embrulhar em todas as emoções que ficaram aqui quando nos despedimos ontem à noite.

É por isso, que a noite é inimiga dos amantes e aliada do tempo. É que ela ergue essa barreira entre dois corpos que se desejam, mas que não podem adormecer juntos.

Quando cansada de sonhar, acordo e te procuro, ali, naquele ninho aquecido com tudo o que somos e não podemos dividir, eu chamo pela minha fantasia para te trazer até mim. E a ilusão parece-me tão real que fico sem saber se te invento todos os dias, ou, se te amo em todos os segundo em que respiro ao ritmo das últimas palavras que me disseste e que ainda rodopiam nos meus ouvidos.

Diz-me agora, que ainda vivo entre o sonho e a realidade, se sentes o mesmo que eu.

Diz-me que as minhas mãos ficaram esquecidas na tua pele e que foi essa tentação que te acordou umas horas antes do habitual, só para teres tempo de pensar na paixão que nos une.

Preciso escutar-te, para ter a certeza de que é o teu amo-te que continua a brilhar no meu sorriso. É que tenho medo de que a minha ilusão esteja só a desenhar um projecto de amor que nunca chegará ao futuro que nos acena.

Vem deixa esse mundo sem morada e vem viver nos meus dias. Traz contigo todas as promessas que o vento me sopra, dizendo que são as tuas palavras de amor a construir o poema da vida.

Mostra-me o rosto da tua voz e diz-me que já tens saudades de nós. É que não há um tempo definido para sentir saudades, e há dias em que até desperto com saudades do nosso futuro.

Diz-me que és real!

Que me amas pelo que não conheces em mim, tendo a certeza de que sou a outra metade de ti!

@angela caboz

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s