Despedida

37598009_892069990992087_1232367576265261056_n

 

Não sei dizer adeus !!!
Não me quero despedir
Estes sentimentos são só meus
Não tenho que os deixar ir …

Se até os mortos
Ainda em mim habitam
Se eles são excertos
Das histórias que transitam
Para o mundo infinito
O adeus é apenas sonho erudito….

Em mim nada são restos
Tudo são complementos
Guardo para mim todos os gestos
Do que um dia foram sentimentos
Despedir-me era chamar pelos lamentos….

Eu só digo um até logo
Isso é tudo o que para mim basta
Dizer adeus é atear o fogo
A uma saudade nefasta
De que eu quero distância

Se ainda não partiste
E já sinto o sabor da solidão
Se sempre aqui exististe
Vou para sempre transportar-te no coração
Ainda é cedo para ter tanta emoção

Não partas ainda
Vamos prolongar este nosso segredo
Fazer com ele uma história linda
De que a despedida vai sentir medo
Porque a saudade nunca seria bem-vinda.

 

@angela caboz

Não apresses o tempo

 

prision..jpg

 

Não apresses o tempo. E também, não adiantes a vida. Lembra-te de que tudo tem um começo e inevitavelmente terá um fim. Tudo o que nasce irá um dia terminar. Somos apenas sementes, iremos florescendo e chegará o dia em que a flor terá que murchar e morrer.

Não podes viver mais rápido do que a vida. Nem podes atrasar o seu ritmo, na esperança de que a assim possas ter mais tempo por aqui. Nada dura mais do que o tempo que lhe está destinado. Da mesma forma que a vida não permite que nada acabe antes de se ter esgotado o seu prazo. Só precisamos de viver no compasso do nosso destino, é ele que define o tempo certo em que tudo irá acontecer. 

Podes sonhar com o futuro, mas só te será permitido tocar-lhe quando ele já não for presente. De igual forma que o passado, nunca nos poderá acompanhar até ao futuro. O passado fica sempre no lugar dele, não tem pernas para andar e vai ter que se conformar com a sua realidade. O passado é uma coisa passada. O presente é a verdade da vida e o futuro é apenas um sonho que não conseguiremos agarrar antes do tempo.

A vida é feita dessas etapas e temos que aprender a supera-las. São essas etapas que nos moldam e nos retocam. São elas que nos desenham as curvas perigosas das ilusões e quando necessárias também nos apaga as lágrimas desnecessárias.

Afinal nós somos o rosto dessas lutas que nos são impostas pelo tempo. A vida vai-nos desenhando curvas para que nos possamos ajustar melhor no vestido que ela nos ofereceu. Por vezes, tira-nos um pouco de beleza, para poder acrescentar sabedoria. Outras vezes, acrescenta-nos pureza para que possam brilhar no meio da escuridão da nossa existência sem nos percamos. Seremos sempre a nossa luz, porque quem não tem luz própria não saberá caminhar pela floresta da vida. 

Mas, não te iludas porque sempre existirão momentos em que a escuridão te irá ofuscar. E aí terás que saber arrancar as ervas daninhas que impedem que a flor cresça. A seu tempo a vida irá ensinar-te a seres o mais belo dos jardineiros. 

E, nessa altura, verás que neste jardim não são só as rosas a ter espinhos, existirão muitas outras flores que nos irão ferir e causar dores. Há flores que provocaram feridas que teremos que cicatrizar sozinhos. Sem pressas, porque tudo o tempo cura. A vida saber sempre dar um jeito a qualquer dor que nos aflija e não deixará que ela nos vença antes do seu tempo.

Para trás ficará o Inverno que te gela a alma e a vida a seu tempo irá oferecer-te o Verão para que o seu calor te aqueça o coração. Chegará um momento em que irão acabar as tardes frias de solidão, acompanhada pela tempestade que espalhou sofrimentos pelos teus dias. Deixarão de existir agonias e lágrimas de raiva.

O tempo irá entregar-te as armas que te farão crescer. A vida irá ensinar-te a teres discernimento, essa ferramenta tão difícil de alimentar que te irá mostrar qual é o caminho certo para seguires.

A vida irá mostrar-te que até o Outono te dará força para lutares.  Não tenhas pressa de viver e agarrar-te à beleza dourada da reza para colorires a alma.

@angela caboz  

Diz-me que és real!

sonhar.jpg

Há dias em que me parece que te inventei!

Olho para nós e fico a pensar se não te terei tirado de um dos meus sonhos. É que como tu sabes eu sou feita de sonhos, são eles o alimento da minha vida.

Temos tanto em comum que tenho receio que o que sinto não seja real, que seja um sentimento filho da minha ilusão.

Sinto-me assim nas madrugadas sem tempo em que desperto antes da hora para me vestir de ti. Peço permissão às horas para me embrulhar em todas as emoções que ficaram aqui quando nos despedimos ontem à noite.

É por isso, que a noite é inimiga dos amantes e aliada do tempo. É que ela ergue essa barreira entre dois corpos que se desejam, mas que não podem adormecer juntos.

Quando cansada de sonhar, acordo e te procuro, ali, naquele ninho aquecido com tudo o que somos e não podemos dividir, eu chamo pela minha fantasia para te trazer até mim. E a ilusão parece-me tão real que fico sem saber se te invento todos os dias, ou, se te amo em todos os segundo em que respiro ao ritmo das últimas palavras que me disseste e que ainda rodopiam nos meus ouvidos.

Diz-me agora, que ainda vivo entre o sonho e a realidade, se sentes o mesmo que eu.

Diz-me que as minhas mãos ficaram esquecidas na tua pele e que foi essa tentação que te acordou umas horas antes do habitual, só para teres tempo de pensar na paixão que nos une.

Preciso escutar-te, para ter a certeza de que é o teu amo-te que continua a brilhar no meu sorriso. É que tenho medo de que a minha ilusão esteja só a desenhar um projecto de amor que nunca chegará ao futuro que nos acena.

Vem deixa esse mundo sem morada e vem viver nos meus dias. Traz contigo todas as promessas que o vento me sopra, dizendo que são as tuas palavras de amor a construir o poema da vida.

Mostra-me o rosto da tua voz e diz-me que já tens saudades de nós. É que não há um tempo definido para sentir saudades, e há dias em que até desperto com saudades do nosso futuro.

Diz-me que és real!

Que me amas pelo que não conheces em mim, tendo a certeza de que sou a outra metade de ti!

@angela caboz

A meio do caminho

53469157_275543776676228_1309471250069848064_n

Cheguei a meio do rio; pisei a linha invisível das águas da vida. Olhei à minha volta, havia água em todos os lugares, por mais distantes que estivessem, que os meus olhos alcançavam. 

Uma vida que parecia alagada. Uma vida engolida pelas águas coloridas, que engoliam os meus sorrisos. As mesmas águas onde os sonhos se afundaram e que sem saberem nadar não tiveram pés para caminhar para terra firme.

Hoje, neste dia em que perdi a noção do tempo, mergulhei nas histórias da minha existência.

Fui ao fundo de quem sou; remexi na lama das recordações, as que me fizeram chorar e aquelas que agora eu tenciono recuperar, para começar a construir  o futuro.

Mexi em tudo, revoltei este mar tenebroso. Era tempo de tentar salvar o barco que ameaçar afundar-se, por estar ao abandono e tomado de assalto pelo sofrimento. Era preciso dar outra vida ao marinheiro, que já sem alento não queria continuar a viagem.

Era tempo de lhe mostrar a rota dizendo que era urgente voltar a navegar para que a vida fizesse sentido. 

Tinha estado tempo demais a olhar para o nada, sem ver que o sol continua no horizonte, lá bem longe onde o futuro me acenava.

Era portanto tempo de voar sobre estas águas e fazer-me à vida, levando apenas o meu melhor sorriso, para que a vida não me pesasse muito. Não poderia continuar a carregar mágoas que me estavam a afundar a cada passo que me recusava a dar. 

Hoje, a meio do caminho, decidi deixar de olhar para trás com medo. Só quero seguir em frente e abraçar o que a vida me oferece, sem tentar encontrar desculpas para me recusar a viver.

@angela caboz 

O amor é assim

10383492_663254917086123_7005448951814345667_n

 

Se decidires esquecer-me, lembra-te de que um dia eu existi. Lembra-te que um dia entrei na tua vida, para ficar. Tatua essa lembrança na tua alma. Assim, jamais duvidarás de que um dia me amaste. 

Se me esqueceres, o que eu duvido, tem cuidado. Sabes, a memória é matreira. Por vezes, faz-nos recuar às lembranças dos momentos em que fomos felizes. E então, pode acontecer, contra a tua vontade, que num desses momentos a lembrança te faça recordar os nossos beijos. Ficaste com o sabor deles na tua boca e nunca mais encontrará quem te beije, como eu te beijei. Quererás apagar as marcas dos meus abraços, e, por mais que lutes contra a força da memória, não serás capaz de esquecer o calor dos meus braços quando eles te apertavam contra mim. Só te restará a lembrança dos momentos em que nos tornávamos num só.

Há uma magia no amor que é eterna. A magia dessa paixão que te enfeitiçou.

Há instantes na nossa história, que nunca serão passado. Há momentos que vivemos que sempre serão presente. Lembranças que a memória do que já fomos, que não te deixarão esquecer-me.

Se decidires esquecer-me, é bom que tenha sempre presente, que antes de pertenceres ao futuro, já foste meu. E então, por mais futuro que tenhas à tua frente, ao teu lado sempre caminhará a recordação dos dias em que nos amámos, como se não existisse amanhã.

Quando decidires esquecer-me, lembra-te de que serei para sempre a tua sombra. A sombra sorridente do amor que sentimos. A imagem que está no outro lado do espelho. Por isso, todos os dias quando te vês ao espelho também me vês a mim.

O amor é assim. Faz da lembrança a sua eternidade. Agarra-se à esperança de que um dia tudo possa voltar ao que já foi.

@angela caboz  

Gosto de ti e então!

Via-te na alma o peso da tua sina!Uma cruz pesada que carregavas nos ombros,mas, tinhas no teu coração a adrenalinade quem todos os dias renasce dos escombros!Podias adormecer nos braços da tristezamas, desper

 

Gosto de ti!

Sim aprendi a amar-te no primeiro olhar. Ou melhor, aprendi a amar-te ainda antes de te olhar. Amar-te é algo que não dá para esquecer. Aprendi e não há como desaprender. O teu amor entrou em mim, ficou cá dentro e não há forma de o obrigar sair daqui.

São dias, horas e minutos em que o pensamento só se concentra em ti. Não é tempo gasto, é tempo usado para te amar. Não é desperdício, é um luxo de que não me privo. São histórias que tenho para acrescentar no diário da minha vida. Páginas onde desenho a nossa felicidade. Linhas onde eternizo os nossos momentos.

Gosto de ti! E então, que posso eu fazer se já não sei viver sem este amor. Que posso eu fazer, se me perdi nos recantos escuros da tua paixão e pedi ao tempo para não me encontrar.

Agora, para grande felicidade minha, sou refém deste amor. Sou a doença para a qual só o teu amor sabe a cura. Sou a cor preferida do teu arco-íris.

Hoje, acordei ainda com mais apetite de ti. Hoje apeteces-me, como desde de ontem não me apetecia. Apetece-me gastar as horas deste novo dia, para ficar perdida nos teus braços. Aquele paraíso onde tu me escondes, para que ninguém me encontre.

Hoje, tenho o teu cheiro na minha pele. Tenho o teu sabor na boca. Acordei carente das tuas mãos, que ainda dormem aqui ao meu lado. Hoje, quero acordar-te com aquele beijo que ficou por te dar ontem, quando adormecemos colados um ao outro. Sei que te dei mil beijos, mas, mesmo assim, faltava-me dar-te este que guardei para quando despertasses. Sabia que ia acordar carente de ti. Porque te preciso, mesmo sabendo-te ao meu lado. Quando adormeço e fecho os olhos já tenho saudades tuas. Os segundos são anos e eu não sei viver sem ti. É muito tempo sem te tocar.

Gosto de ti, e então!

Todos temos os nossos defeitos e o meu é amar-te assim tanto. Tanto que não sei estar um segundo sem pensar em ti.

@angela caboz

Amar-te foi um presente da vida

17353220_1370542309651536_3554964768141478116_n

Nas ruas estreitas do sonho há sempre lugar para mais uma ilusão apertada, que se esconde no peito de quem procura o avesso de um amor perdido nos becos escuros do tempo. 

Aí nesse espaço sem linhas encontramos sempre lugar para fantasiar uma paixão com ele nos sorri e promete ajudar-nos  a viver com mais emoção.

Tantas vezes andei por esse mundo que um dia me desencontrei da realidade e julguei que te amava. Deixei que a minha ilusão te encontrasse enquanto eu me perdia de amores por ti. Deixei que o amor gritasse todas as palavras que eu sempre abafei.

Encontrei-te desencontrada e talvez por isso não tenha reparado que aquele não era o comboio que iria levar rumo ao futuro que me estava prometido. 

Vesti-me com as promessas que me fizeste e não percebi que estava a caminhar nua pelo meio das ruas por onde passava, fazendo com que todos voltasse o seu rosto para reparar naquele fantasma que por ali desfilava. Compreendo agora todos os sorrisos aqueles que comigo se cruzavam.

Eu estava a ser enganada e na minha inocência julgava-me amada.

Senti-te a desenhar desejo na minha pele. 

Ofereci-te a minha ousadia, toda aquela sedução que eu própria desconhecia. 

Adormeci nos teus braços nus, que me abraçaram fazendo-me viajar pelos mares do prazer. 

Senti que o céu tinha descido à terra, naqueles momentos em que um amo-te teu fez iluminar a minha eterna escuridão.

Fui feliz, e essa felicidade tu não me conseguiste roubar. 

Sim, no dia em que partiste levaste contigo muito do que eu descobri, mas a felicidade de me ter sentido amada, essa não levaste. Essa memória é tudo o que me faz guardar a imagem do teu rosto e ser capaz de dizer que valeu a pena ter-te amado, para poder descobrir a magia do amor.

Voltaste para o teu mundo colorido, colorido com as mentiras que tu costuras para enganar corações frágeis. 

Voltaste para o mundo que tu não conheces e que, por isso, dizes que é cruel e levaste contigo a certeza que eu fiquei mais forte depois de ti.

Amar-te foi um presente da vida e perder-te foi uma lição aprendida.


@angela caboz

Acordei…

 

 

 

50943299_113331669766009_8383502250252697600_n

Sinto-te chegar, enquanto as horas fogem de mim. Sinto-te chegar para contrariar o tempo que não nos ajuda a viver o nosso amor, sem que tenhamos que estar limitados pelas horas que passam aceleradas.

Ainda tenho, por vezes, dúvidas sobre onde acabar o sonho e começa a realidade. É que tudo chegou como se fosse um sonho e ainda não sei em que momento deixei de sonhar para passar a viver a realidade. Tudo parece tão perfeito que me perco nessa perfeição de te amar, sem entender o que me faltava e que agora me sobra.

Acordei tão rápido, que não percebo onde terminou o passado e onde começou o futuro.

Acordei sem me lembrar quando deixei de chorar, para começar a amar. Acordei e o teu amor era uma parte de mim como se sempre até ali tivesse vivido. Olhava à minha volta e nada me fazia sentido sem ti. Não havia antes, nem depois, havia apenas o nosso amor e a certeza de que só ele me poderia fazer feliz.

Deixei de pensar no tempo que já tinha passado e no que estaria para chegar, só tinha tempo para te amar. Não entendia como tudo tinha acontecido e também não procurava explicações.

Não te procurei e tu encontraste-me.

Não chegaste, vindo de um lugar qualquer, tu fazias parte de mim. Chegaste no silêncio ruidoso de quem não se faz anunciar, mas em que reparamos porque traz tudo o que nos faz falta.

Não entendo como, mas agora sei que me sinto completa. A cada palavra que fica por escrever à uma história que ninguém vai ler. A cada palavra que escrevemos juntos e que ninguém será capaz de entender há um amor que só nós sabemos escutar. Cada pensamento nosso vive abraçado a este amor que a vida aqui fez nascer.

 

@angela caboz

 

 

É preciso ter muita coragem para amar.

mg_1440_ok_copy

 

É preciso ter muita coragem para amar.

É necessário esquecer que existem dúvidas fabricadas pela razão e escutar unicamente o que nos diz o coração. É preciso querer  e não temer. Ao contrário de tudo, para amar só é preciso acreditar. Seguir a intuição da alma que tudo sente e a quem ninguém engana, deixando tudo o resto acontecer.

Para amar só é preciso sentir.

Para amar é preciso essa coragem que sempre julguei não ter. É necessário acordar pela manhã e amar aquela, que eu vejo ao espelho com olhos tristonhos, sorrir e entregar-me ao amor sem se questionar.

Para amar é necessário agarrarmo-nos à vida e vivermos cada emoção que o amor nos faz crescer no corpo que já andava esquecido da magia de sentir. É gritar para que tudo o que nos possa fazer estremecer. É preciso gritar que vamos ser felizes e esquecer tudo o resto.

O amor chegar para nos trazer felicidade e por isso ninguém nos irá roubar aquele sorriso desenhado nos lábios pela paixão que nos deixa inquietos e a sonhar com o poderá acontecer quando nos perdermos nos braços de quem amamos.

Para amar é preciso segurar entre as mãos a força que alguém nos oferece com um silêncio ruidoso que diz o mais terno dos amo-te que alguma vez poderíamos sonhar.

E será esse silêncio ruidoso que nos ficará nos ouvidos, dito numa voz rouca e apaixonada, que jamais esqueceremos.

A partir desse dia essa pequena palavra começará a ter o sabor do amor que alguém despertou em nós, sem que tenhamos tido tempo de pensar no que estava a acontecer.

Para amar é preciso coragem para nos despirmos à frente de quem amamos, deixando que nos vejam como somos.

É preciso não ter necessidade de esconder defeitos ou imperfeições.

Amar é descobrir que o que o outro é se encaixa em nós. Amar é simples, quando não procuramos o caminho do futuro e nos limitamos a viver o presente.

Amar é a certeza de que só o amor é puro e verdadeiro, é viver feliz com a ilusão de que só ele nos faz sentido.

 

@angela caboz