Meu amor, a vida não é eterna

20882332_1500603293316706_3356898924265516115_n

Tu sabes o que é a eternidade?

Sabes que há sentimentos que passam para lá do tempo. E tal como eu, tens dúvidas sobre o que o tempo é e o que podemos fazer com ele. Então, tu também sabes que não podes fugir eternamente. Não podes continuar a esconder-te, por entre as sombras dos nossos dias. Não podes querer fechar os olhos, ao que o teu coração já viu. A esse sentimento, a que tu teimas em não dar voz. A esse calor, que te deixa a transpirar de desejo, até nos dias frios de Inverno.

Eu sei, que quando acordas, sentes o apelo da alma. Há uma voz que te chama e um sentimento que te empurra. Não entendo, porque teimas em seguir em sentido contrário. Se já viste que todos os outros vão para o lado oposto ao que tu escolheste.

Olha ali à frente. Vês aquela encruzilhada larga, com uma rotunda apertada. Lá mesmo no centro há uma placa, que te mostra o caminho do meu coração. É a estrada que te leva ao mais profundo de mim. Lá poderás encontrar tudo o que eu escondo do mundo e que guardei só para ti. Lá mora este amor, que nos está destinado pela vida, e do qual não teremos como fugir.

Eu sei, e, tu também sabes, que não escolheste o ritmo certo. Que não é essa a dança que queres dançar. Sei que olhas para os sonhos dos outros, que seguem em sentido contrário ao que teu, e que sentes perdido. Que não te identificas com eles. E tu, sabes onde está o que procuras. Sabes qual é o sentido que deves tomar.

Então, meu amor, a vida não é eterna, por mais que nós sonhemos com isso. O tempo é algo que nos incomoda, mas de que não podemos fugir. O destino deu-nos um número limitado de horas, e tu, continuas a gastá-las para compor uma música que não é tua. Consomes minutos preciosos com dúvidas que só existem na tua mente. Dás ouvidos a uma razão que a todo o instante te mente.

Anda, faz inversão de marcha no sentido dessa vida que nada nos acrescenta. Anda, o amor a vida só faz sentido quando nos toca a alma. Vem fazer sentido aos meus sonhos. Vamos dar sentido ao hino cantado por esta paixão, que grita aos nossos ouvidos. A voz secreta do nosso amor que só nós escutamos.

Anda, espero-te na rotunda do nosso amor, não te demores meu amor! Temos tanto para viver, que todos os segundos são poucos.

@angela caboz

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s