Ele raptou-me. 

21462615_10155590514918150_1215395437360735733_n.jpg

 

Ele raptou-me. 

Sim, ele chegou aqui, pegou em mim e levou-me para longe da minha solidão. Tirou-me daquela negra escuridão e levou-me para os seus sonhos coloridos. Sequestrou-me do meu mundo e apenas me disse anda vem comigo, vamos ser felizes aqui.

Não aceitou desculpas. Disse-me que aquele era o nosso lugar e era ali que tínhamos que viver a nossa história. 

Nunca me imaginei a viver livre, a caminhar para lá da muralha do sofrimento onde me habituei a morar. Jamais pensei que para lá desses muros pudesse existir um lugar para mim.

Eu tinha-me tornado prisioneira de mim mesma e temia dar um passo que fosse nesse terreno onde as plantas eram verdes e as flores floresciam. No meu recanto, atrás da muralha, tudo estava amarelecido e aquelas plantas já não tinham sementes para germinar. Aos poucos tudo ia morrendo naqueles terrenos onde nem o sol já espreitava.

Nunca me imaginei dentro de outro sonho que não fosse o meu. E o meu sonho já nada tinha para me oferecer. Estava refém do passado e amarrada a histórias acabadas. Até os sonhos já começavam a estar limitados ao espaço do meu sofrimento e estavam cansados de serem sonhos sem futuro á vista.

Só que naquele dia, ele ganhou coragem e veio até ao meu mundo e raptou-me. Deu-me boleia numa das suas asas e arrastou-me para a história dele. Levou-me nessa viagem pelo mundo das emoções e fez com que eu descobrisse sentimentos em mim que julgavam que já se tinham perdido no tempo. Despertou-me sensações que nem em sonhos e pensei que um dia poderia vir a viver.

Agora, olho para o mundo através de uma janela que lhe pertence. Agora, também eu lhe pertenço. Sou sua com uma liberdade que me mostra as cores da felicidade.

Não tenho saudades do recanto escuro que era o meu mundo, já o esqueci e quero aproveitar esta luz que o seu mundo me ofereceu. 

Ele ensinou-me a sorrir, desenhou-me um sorriso na face e ainda me pintou o futuro nos olhos.

Ele é um homem que sabe amar e sabe chamar pelo seu amor. Tem uma voz doce, que me grita sentimentos intensos no coração e eu tornei-me numa aprendiz na arte de seduzir um homem apaixonado. 

Já não sou a mulher sem história. 

Sou uma criança crescida que quer fazer todos os disparates que o amor lhe ensinou .

@angela caboz 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s