NO FUNDO DE MIM

52896833_2360443860644104_2451794931463749632_n

 

No fundo de mim
nas profundezas da minha alma
eu sei que nada sou.

Apenas tenho em mim sonhos
e o retrato adormecido
do tempo que já passou.

Por mais palavras que procure
para colorir a imagem
do que já fui e que o tempo levou.
Só encontro o tempo de felicidade
de quem hoje esquece a idade.

Fiz da vida uma moldura
onde expôs a saudade.
Com o coração fiz um cofre
onde guardo a paixão.

Tudo porque aprendi a viver sem emoção.
Esqueci-me de tanta coisa
que o corpo cresceu e alma encolheu.
Aumentaram os lamentos
e desapareceram os sentimentos.

Queria ouvir-me!

Mas a miúda já não escuta o ego
o seu coração ficou cego..

@angela caboz

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s